O consumo inconsciente é o pior inimigo do equilíbrio financeiro. Portanto, quem reflete de forma constante sobre as suas reais necessidades de consumo tende a ter uma Vida familiar mais equilibrado.

Quando falo em Gasto Consciente, quero me referir a maneira com a qual lidamos com nosso Orçamento. Geralmente nós efetuamos a maior parte dos nossos gastos pessoais por impulso. Alguns meses atrás, fiz uma pesquisa com nossos seguidores no Facebook, onde perguntamos exatamente qual o tipo de consumidor as pessoas se enquadrariam. O resultado da pesquisa foi alarmante, pois 67% das pessoas se enquadraram como Consumidores Compulsivos.

Isto acontece muitas vezes porque não verificamos a real necessidade de aquisição de um produto ou serviço. Em nosso post “Aprendendo a Gastar: Qual seu perfil de Consumo” (http://wp.me/p2hxwj-15) procurei, baseado em estudos de comportamento, definir o que nos faz a consumir e como somos rotulados. Para estreitar mais ao longo deste ano de existência, mantive contato com diversas pessoas, através de palestras e atendimentos particulares, onde foi possível constatar que a maior parte das decisões de compras não obedecem nenhum critério. A maioria das pessoas Compram pelo simples Ato de Comprar. Vale a pena visitar o post onde falo sobre A Doença do Consumo, a Oniomania (http://wp.me/p2hxwj-5v) .

A nossa proposta neste post é difundir o padrão de Gestão Consciente do nosso dinheiro. Na verdade, é trazer algo que já fazemos em nossa Vida Profissional. Em nosso trabalho sempre somos orientados a economizar, cuidar e maximizar a utilização dos recursos que temos disponível para desempenhar nossas atividades. É assim que funciona no mundo corporativo, sem cometer desperdício. Então, porque não adotar o mesmo modelo?

Primeiro Passo: Reflita e se pergunte antes de sair comprando. Portanto, toda vez que for comprar, pergunte-se se o produto que você quer comprar vai agregar alguma coisa em sua qualidade de vida. Se tiver dúvida entre comprar ou não comprar, deixe para outro dia.

Segundo Passo: Uma vez tomada a decisão de comprar, pesquise em outros lugares e na internet . Compare preço e qualidade.

Terceiro Passo: Definido o lugar da compra, negocie preço, escolha o meio de pagamento mais adequado e, se possível, escolha pagar a vista e de preferência com desconto.

Este roteiro simples adotamos em nossa atividade profissional em todas as áreas, seja solicitando serviços internos, comprando materiais ou negociando com nosso chefe.

Mas, a nossa vida pessoal tem uma dinâmica diferente e não suportaríamos ser tão racionais e metódicos assim. Precisamos de liberdade, algo mais simples que nos ajude a fugir dos impulsos da mídia e do clima de consumismo criado. Na verdade somos bombardeados a consumir diariamente. Quem nunca comprou um aplicativo para o seu telefone celular sem ter necessidade ou porque é legal?

A Gestão Consciente começa com algo mais simples, porém eficiente. Quando for comprar alguma coisa, tenha em mente as seguintes perguntas e seja sincero em suas respostas:

Eu preciso realmente disso?
Para que?
Precisa ser agora?
Eu tenho dinheiro disponível?

O nosso principal desafio é ter atitudes conscientes e equilibradas em todos os aspectos de nossa vida, o que não é algo fácil. A nossa condição financeira, a maneira com a qual administramos nosso dinheiro, influencia diretamente em nossa qualidade de Vida. Nós sabemos como ganhar dinheiro e torna-se importante aprender a gastá-lo de maneira sustentável.

A felicidade esta diretamente ligada a um padrão de vida equilibrada. O dinheiro faz parte disso e nos ajuda a conquistar nossos sonhos, construir a realidade que queremos.

Você está On ou Off? Mais uma vez um vídeo que merece ser assitido, divulgado, compartilhado. Powered by Deivison Pedroza.

Pin It on Pinterest

Share This