Primeiro, as pequenas coisas…

Pode ser um cafezinho no final da tarde ou um happy-hour de última hora. Se percebemos que estes pequenos gastos são frequentes e inesperados, eles podem desequlibrar nosso orçamento mensal. Não estou falando de proibição ou de abandono destes pequenos prazeres que podem mudar nosso dia ou até nossa semana. Basta se organizar e registrar para que voce possa incluir na totalização mensal das suas despesas.

Gastar muito ou pouco é algo subjetivo e depende de quanto voce ganha, de qual é seu padrão de vida e de qual o montante está reservado para estas despesas. Pode ser R$ 5,00 ou R$ 50,00, aqui o importante é que a soma destes pequenos gastos passe a fazer parte com folga do valor destinado aos gastos variáveis. Isso mesmo, definir um valor para ser utilizado com despesas de última hora.

Normalmente podemos achar que o esta tarefa vai dar muito trabalho e desistimos. Natural, é uma reação comum e previsível porque dificilmente estamos dispostos a mudar nossos hábitos e sair da nossa zona de conforto. Por isso, assim como na medicina, a prevenção de doenças que dependem da mudança de comportamento, a cura é mais trabalhosa. Somos seres humanos, somos animais de hábitos e o hábito enraizado é difícil de ser mudado. Mas se acreditarmos na possibilidade desta mudança e ver a realidade tal como ela é, sem mascáras, o ganho será imenso.

Então o próximo passo é tentar anotar cada centavo que se gasta, fazendo um Apontamento Diário de Despesas. Existem diversas maneiras e formulários disponíveis para smartphones. Para Iphone, use o apontador de Notas; celulares com sistema android, use o aplicativo da Jimbo; Blackberry, use o apontador de notas do sistema de email; ou pesquise no post de 20/04 http://wp.me/p2hxwj-1O (Voce conhece o GUT?).

Se voce deseja que sua vida continue exatamente como está, continue fazendo tudo examente como faz. Mas, se deseja mudá-la, comece mudando seus HÁBITOS.

Vamos em frente!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: