Crenças sobre Dinheiro – Quais são as suas?

Um caminho para iniciar o processo de conscientização da sua realidade financeira é identificar quais as crenças que temos sobre o Dinheiro. Estas “Crenças”  que  são impostas desde que nascemos. “Dinheiro é sujo e provoca corrupção”, ” Dinheiro não cresce em àrvore”, “Rico não vai para céu”, Dinheiro não traz felicidade”, “Os pobres são abençoados, pois são mais simples e puros” e tantas outras que estao enraizadas em nossa Cultura e em nosso coletivo.

Todos passamos por alguns  processos (crises) de transformações ao longo da vida e, sem dúvida, por momentos de maior fragilidade  financeira e outros não.  O importante é entender que estes processos podem contribuir para nosso crescimento. O dinheiro pode  e deve transformar nossas vidas, de  maneira consciente, equilibrada e saudável. Mas tudo vai depender do significado e da permissão que vamos estabelecer nesta relação em todos os instantes.  Quer se sentir Rico ou Pobre, entender quais os acontecimentos que responderão por isso.

A tarefa de lidar com o dinheiro,  requer uma pratica diária e contínua, que lhe permita estabelecer uma relação de proximidade e não de posse. Tenha dinheiro em cédulas sempre em sua carteira e habitue-se a contá-lo todos os dias mesmo que voce não o gaste imediatamente  e saiba quanto ainda tem. O objetivo desta prática é de criar  um vínculo entre voce e seu dinheiro, de forma saudável para que voce se acostume a lidar naturalmente com ele. Lembre-se que voce dedica parte da sua vida ao trabalho para obtê-lo. É uma relação de troca e merecimento, não de escravidão.

Busque o equilíbrio no seu Orçamento estabelecendo e Respeitando Limites e Aprenda a Diferenciar entre o Essencial e Supérfluo.Não é uma tarefa simples e requer disciplina e atitude. Faça um Diagnóstico Financeiro seu, de  toda  família e transforme o Orçamento em Familiar. Habitue-se a gastar concientemente.

Aprenda a acumular reservas para realizar seus desejos e sonhos. Não guarde dinheiro somente por guardar. Estabelça objetivos claros e compatíveis com sua realidade financeira. Crie imagens, faça comentários, escreva sobre seus sonhos e use a sua imaginação para conceber o que voce quer. Não há limites! Permita-se, viva a vida como se já tivesse conquistado o que quer.

Estabeleça metas para o uso do seu dinheiro.

Comments

  1. I think this is among the most important information for me. And i’m glad reading your article. But wanna remark on few general things, The site style is ideal, the articles is really great : D. Good job, cheers

  2. I like this post, enjoyed this one thank you for putting up. “Money is a poor man’s credit card.” by Herbert Marshall McLuhan.

  3. O que significa para uma empresa a) a chamada abertura de capital, b) porque muitas interessa ao governo, inclusive com incentivos ficais, essa abertura e c) como nós, leigos, podemos usufruir desse “mercado”, principalmente tendo em vista formas alternativas (mais rentáveis, seguras, etc) de se aplicar o dinheiro após a diminuição do rendimento das cadernetas de poupança recentemente lançada pelo governo?

    • Olá,
      Recentemente postei um artigo sobre como entender qual o seu perfil de investimento. O que interessa realmente saber para se investir corretamente é qual o risco que o investidor está disposto a correr. Entender e aceitar esse risco, na minha opinião, é um grande passo para ingressar no mundo dos investimentos.
      Agora, respondendo as suas perguntas:
      a) O mercado de capitais aqui no Brasil ainda não é grande e dinamico se comparado a outros paises, como Estados Unidos ou paises europeus. A abertura de capital de uma empresa tem por objetivo financiar a expansão das atividades no médio e longo prazos, de forma equilibrada e sustentável, já que a operação nada mais é do que a venda de parte da empresa. Essa operação não tem vencimento, não tem juros cobrados ao longo do tempo, ou seja, não há despesas financeiras adicionais. O compromisso desde então, passa a ser com a própria empresa, com seus acionistas minoritários, controladores, com os agentes reguladores do mercado e com toda a comunidades financiera. Assim, respeitando as regras de governança, gerar resultados e remunerar os seus acionistas através do pagamento de dividendos.
      b) A interferência do governo se dá apenas naquilo que lhe compete: promover condições favoráveis ao investimento, através das políticas economica e fiscal de forma isonomica. Eventualmente, os bancos estatais de fomento podem participar das operações de abertura de capital de empresas com o objetivo de investimento. Geralmente o BNDES atua neste sentido. Já os investidores que participam do processo, não recebem nenhum tipo de isenção fiscal.
      c) Para poder diversficar seus investimentos e aplicações é necessário entender um pouco mais sobre as alternativas disponíveis. Como disse acima, descobrir o perfil de investidor é essencial. A partir dai, compreender que quanto maior o retorno esperado para o investimento, maior é o risco embutido. NO FREE LUNCH!
      Leia um pouco mais a respeito e, se quiser, estamos aqui para tirar mais dúvidas.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: